Responsive imageResponsive image
Busque aqui sua transportadora...
Trocar diesel por gs natural permitiria economia de at 60% em So Paulo
Pesquisa mostra as vantagens ambientais e econmicas para o uso de gs natural liquefeito no transporte de carga
Responsive image

A substituio do leo diesel pelo gs natural liquefeito (GNL) no transporte de carga reduziria significativamente o custo do combustvel e as emisses de gases de efeito estufa e outros poluentes no Estado de So Paulo. o que mostra um estudo conduzido no Centro de Pesquisa para Inovao em Gs (RCGI), constitudo pela FAPESP e pela Shell.

Com sede na Escola Politcnica da Universidade de So Paulo (Poli-USP), o RCGI um dos Centros de Pesquisa em Engenharia (CPE) financiados pela FAPESP em parceria com grandes empresas.

Os maiores benefcios, tanto no que diz respeito reduo da poluio quanto do preo dos combustveis, so percebidos na capital paulista e em Campinas, regies em que o diesel mais caro do que no resto do Estado e que tm maior potencial de substituio por GNL. Nossos resultados mostram que, na cidade de So Paulo, o GNL pode ser at 60% mais barato que o diesel, disse assessoria de comunicao do RCGI Dominique Mouette, professora da Escola de Artes, Cincias e Humanidades (EACH) da USP e autora principal do estudo.

Mouette coordena no centro um projeto que estuda a viabilidade de implantar um corredor azul no Estado de So Paulo, conceito surgido na Rssia para designar rotas nas quais os caminhes usam o gs natural liquefeito em vez de diesel. Resultados recentes da pesquisa foram publicados na revista Science of Total Environment.

O GNL obtido por meio do resfriamento do gs natural a -163 C. O processo de condensao reduz o volume do combustvel em at 600 vezes, tornando possvel o transporte em carretas criognicas at mesmo para locais distantes de gasodutos.

Na pesquisa, foram analisados quatro cenrios de substituio do combustvel. No melhor deles, a adoo do GNL reduziria em at 40% o custo do combustvel, 5,2% as emisses de CO2 equivalente [medida usada para comparar o potencial de aquecimento de vrios gases de efeito estufa]; 88% as de material particulado; 75% as de xidos de nitrognio; e eliminaria as emisses de hidrocarbonetos, disse Pedro Gerber Machado, pesquisador do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da USP e coautor do artigo.

A metodologia considerou inicialmente dois contextos: um para as regies geogrficas servidas por gasodutos, denominado cenrio restrito (RS); e outro abrangendo as 16 regies administrativas do estado, chamado de cenrio estadual (SS). Os dois contextos originaram diferentes verses do corredor azul, com respectivamente 3,1 mil e 8,9 mil quilmetros de estradas, explicou Machado.

Segundo ele, para cada cenrio foram consideradas duas formas de distribuio de GNL: a primeira foi a liquefao centralizada com distribuio rodoviria, que gerou dois subcenrios, um com liquefao centralizada (SSCL) e outro restrito, com liquefao centralizada (RSCL). E a segunda forma de distribuio seria a liquefao localmente, na regio em que o combustvel seria usado, o que dispensaria a necessidade de distribuio de GNL por rodovias. Dela derivam dois outros subcenrios: o estadual, com liquefao hbrida local e central (SSHL), e o restrito, com liquefao local (RSLL).

Custos comparados
O cenrio denominado RSLL apresenta a menor mdia de diferena de preo para o consumidor final entre o GNL e o diesel, o que significa que, neste caso, o processo de entrega do gs mais caro por questes de escala e de custo operacional, disse Machado.

J o cenrio RSCL oferece o menor preo de gs para o consumidor final: US$ 12 (RS$ 46) por MMBTU (milho de unidades trmicas britnicas), ao passo que o diesel, neste mesmo cenrio, custaria US$ 22 (R$ 84,5) por MMBTU. A diferena entre o preo do GNL e do diesel nesse cenrio tambm a maior de todas: US$ 10 [R$ 38] por MMBTU, disse o pesquisador.

Entretanto, o cenrio RSLL foi desenhado no contexto de um corredor com menor extenso e o investimento seria de US$ 243,4 (R$ 940) por metro. Ao contrrio do que acontece no SSHL, que tem o menor valor de investimento por metro entre os quatro subcenrios (US$ 122,1 ou R$ 470 por metro).

Emisses evitadas
Segundo Machado, para o clculo das emisses dos gases de efeito estufa e dos poluentes foram levados em conta apenas os dois macrocenrios: o estadual (SS) e o restrito (RS). Quando se trata do uso de GNL, as emisses de gases de efeito estufa diferem das de diesel por conta do metano e do xido nitroso, ambos com potencial de aquecimento global. Se o combustvel usado o diesel, o dixido de carbono responsvel por 99% das emisses de CO2-eq. No entanto, se usado o GNL, o CO2 representa 82% das emisses de CO2-eq, enquanto o metano responsvel por 10% e oxido nitroso, por 8%, disse.

No que se refere s emisses de gases de efeito estufa resultantes da logstica de transporte do GNL, o pior cenrio foi o SSCL, que corresponde a 1% do total de CO2-eq emitido com o uso de caminhes. No SSHL, a logstica representa 0,34% das emisses, e no RSCL, a logstica corresponde a 0,28% das emisses.

Quanto aos poluentes, no cenrio RS seriam evitadas 119.129 toneladas de emisses de material particulado, 7,3 milhes de toneladas de xidos de nitrognio e 209.230 toneladas de hidrocarbonetos. No cenrio SS, os benefcios so ainda maiores, com reduo de 163 mil toneladas de material particulado, 10 milhes de toneladas de xidos de nitrognio e 286 mil toneladas de hidrocarbonetos.

Na avaliao dos autores, a reduo de 5.2% nas emisses de gases de efeito estufa observada no cenrio estadual, quando se compara a combusto de gs natural e a de diesel, talvez no seja um resultado to grandioso, mas h redues considerveis dos poluentes locais, como xidos de nitrognio (75%), material particulado (88%) e hidrocarbonetos (100%).

Apesar das vantagens econmicas e ambientais apresentadas, o GNL ainda enfrenta barreiras regulatrias para sua utilizao generalizada no setor dos transportes. Ele no regulamentado como combustvel de veculos no Brasil. A maioria do GNV [gs natural veicular] usado gs natural comprimido, o GNC, disse Mouette.
Consulta de transportadora

Maior banco de dados de transportadoras do brasil

Entre em contato e saiba como ter sua transportadora em nosso site

Todos Direitos reservados.... @2019

HOME | CONTATO | QUEM SOMOS | CADASTRE SUA TRANSPORTADORA